Autoridades fecham dois dos maiores mercados de drogas na deep web

A Europol anunciou nesta sexta-feira (03) o fechamento de dois dos maiores mercados de drogas na deep web, o The Wall Street Market e o Silkkietie, também conhecido como Valhalla. A operação apreendeu drogas que eram vendidas pela rede oculta e mais de US$ 600 mil em criptomoedas, em sua maioria Monero, que era a modalidade preferencial de quem negociava na rede. Pelo menos cinco pessoas foram presas.

As operações, na realidade, aconteceram separadamente, mas foram divulgadas juntas e também contaram com a cooperação de unidades policiais internacionais. O fechamento mais recente foi o do The Wall Street Market, que operava como um marketplace pelo qual os próprios usuários eram responsáveis pelos anúncios, pagamento e envio das drogas entre si. O tráfico acontecia até mesmo internacionalmente, usando o sistema postal e serviços de entregas, enquanto os responsáveis pelo mercado virtual recebiam comissões que variavam de 2% a 6%.

Computadores, discos rígidos e veículos dos suspeitos também foram apreendidos na Alemanha, onde três deles foram presos, e nos Estados Unidos, onde os outros dois foram capturados. Os dados devem ajudar a encontrar outros envolvidos no esquema, de acordo com a Europol, além de dar mais informações sobre os mais de 63 mil anúncios e 1,1 milhão de contas que estavam registradas no The Wall Street Market no momento de seu fechamento.

Já o fechamento do Valhalla aconteceu no começo deste ano, em um trabalho conjunto entre autoridades da Finlândia, Estados Unidos e do restante da Europa. Aqui, até mesmo órgãos de receita federal e agências postais foram envolvidas na operação que levou ao que foi citado como o mais antigo portal de venda de drogas da deep web, operando desde 2013. As informações, entretanto, são um pouco mais escassas, com as autoridades afirmando apenas que efetuaram prisões e apreenderam drogas e moedas virtuais.

O trabalho, como dito, segue adiante, já que, como todos sabemos, a internet funciona como uma hidra. Espaços como o The Wall Street Market e o Valhalla ganharam notoriedade após o fechamento do Silk Road, em outubro de 2013, até hoje considerado como o maior ponto de venda de narcóticos da deep web, com vendas estimadas pelas autoridades em mais de US$ 22 milhões ao longo de seus mais de dois anos de existência. Ele permanece fora do ar, assim como os outros dois citados na reportagem.

Não é o caso, entretanto, do Hansa, que já foi o segundo maior serviço desse tipo e alvo das autoridades holandesas desde 2017. Ele chegou a ser fechado, mas permaneceu fora do ar por apenas um mês, permanecendo até hoje em atividade. De acordo com a Europol, essa investigação continua, com as informações obtidas a partir dos outros fechamentos podendo levar a outros envolvidos na operação.

Fonte: The Next Web

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe um Comentário !