Microsoft cancela última versão do Windows XP que recebia suporte

Ele foi o sistema operacional mais longevo da companhia, com mais de 17 anos de vida

Há exatamente cinco anos, em abril de 2014, a Microsoft parou de oferecer suporte para as versões mais populares do Windows XP, as edições Home e Professional. Ali, no dia 8 de abril, o que se presenciou foi uma despedida do sistema operacional, uma vez deflagrado o seu abandono e o fim das atualizações via Windows Update. Assim, muitos usuários se viram forçados a migrar para produtos mais recentes.

Apesar do cenário de adeus, uma última versão do Windows XP ainda seguiu recebendo suporte. O Windows Embedded POSReady 2009 foi prorrogado por mais cinco anos pela Microsoft e era a única edição ainda viva baseada neste sistema operacional. Era.

Na última terça-feira, dia 9, esse prazo de cinco anos terminou. Isso significa que, agora, a versão mais longeva do Windows está oficialmente morta. Foram 17 anos, 7 meses e 16 dias no ar.

Cada vez menos espaço

No início do ano, o Windows 10 se converteu no sistema operacional mais utilizado da Microsoft, superando o Windows 7 (39,22% dos usuários contra 36,9%, respectivamente). O mesmo Windows 7 precisou de apenas dois anos para superar o Windows XP e se transformar no sistema mais utilizado do planeta, à frente inclusive do Windows Vista, Mac OS X e Linux.

Existem muitas pessoas que, até por necessidade, ainda utilizam o Windows XP, mas ele segue perdendo espaço no mercado  – hoje esse participação é de 1,97% mundialmente. Com o fim do suporte, é quase inviável que se siga utilizando o sistema, já que manter um computador sem atualizações de segurança não é exatamente o ideal nos dias de hoje.

Fonte: Genbeta

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe um Comentário !