Equipe israelense ganhará US$ 1 milhão se pousar módulo na Lua

A sonda da SpaceIL já está a caminho da Lua e seu pouso está previsto para 11 de abril

A Lunar X Prize, competição patrocinada pelo Google, pode estar morta, mas o financiador por trás do concurso ainda planeja dar uma bolada a um de seus antigos concorrentes — se a equipe realmente pousar na Lua. Hoje, a organizadora X Prize Foundation anunciou um prêmio, denominado “Moonshot”. Serão dados US $ 1 milhão a organização israelense sem fins lucrativos SpaceIL. A condição é que seu módulo atinja com sucesso a superfície lunar.

A SpaceIL foi uma das cinco finalistas da competição Lunar X Prize. Na ocasião, o vencedor levaria US$ 30 milhões. Ela aconteceu entre 2007 e 2018, e seu objetivo era reduzir o custo de chegar ao espaço. Equipes de todo o mundo eram desafiadas a construir módulos de aterrissagem lunar usando financiamento privado na maioria dos casos. A primeira equipe que aterrissou com sucesso na Lua e explorou a superfície antes do prazo final da competição estava preparada para receber US$ 20 milhões do Google. O segundo colocado receberia US$ 5 milhões. O restante do dinheiro era reservado para aqueles que realizaram tarefas especiais — visitar um antigo local de pouso da Apollo, por exemplo.

Originalmente, a X Prize Foundation definiu que a última edição do evento seria em 2012. No entanto, ele foi estendido diversas vezes, e ficou decidido que a edição de 31 de março de 2018 seria sua despedida. Dezenas de grupos participaram da competição, com cinco finalistas chegando à última rodada. Por fim, nenhum deles conseguiu atingir os objetivos antes da data final. Houve tentativas sem sucesso de conseguir outro patrocinador para a X Prize Foundation.

O curioso é que muitas das equipes ainda estão se esforçando para alcançar a Lua. Esse é o caso da SpaceIL, que está em vias de ser a primeira das finalistas a chegar à superfície lunar. A organização completou seu módulo de aterrissagem com um orçamento de US $ 90 milhões. Ele foi lançado na órbita da Terra no dia 21 de fevereiro deste ano usando um foguete SpaceX Falcon 9. Batizado de Beresheet, a criação da equipe israelense passou o último mês e meio no espaço, lentamente estendendo sua órbita ao redor da Terra para alcançar nosso satélite natural. O plano é colocá-lo na órbita da Lua na primeira semana de abril e, finalmente, fazer o pouso no dia 11 do mesmo mês.

A determinação da SpaceIL em continuar trabalhando para essa missão, mesmo após o término da competição, inspirou a X Prize Foundation a oferecer um novo prêmio, que depende do sucesso da equipe. “Quando fomos informados de que isso aconteceria com o SpaceIL, ficamos muito felizes”, disse Chanda Gonzales-Mowrer, vice-presidente de operações de prêmios do X Prize, ao The Verge. “Voltamos para a mesa e dissemos: ‘Ok, o que podemos fazer para celebrar essa conquista incrível?’”

O prêmio não é patrocinado pelo Google neste momento. O US$ 1 milhão é proveniente das próprias reservas de caixa. Além disso, esse dinheiro irá para o SpaceIL apenas se conseguirem realizar o pouso. A princípio, a exigência era um pouco mais branda — o módulo podia estar a até 500 metros (1.640 pés) da superfície lunar ser qualificado. O Beresheet foi projetado para “saltar” para a Lua e reativar seu motor principal — os israelenses notaram esta última manobra não é necessária, já que não está especificada nas regras da competição.

Os organizadores do X Prize verificarão se a Beresheet pousou, o que deve acontecer depois que a sonda enviar as comunicações de rádio para as estações no solo. “Quando o sinal for enviado de volta dessas estações terrestres, saberemos que houve um pouso bem-sucedido”, diz Gonzales-Mowrer.

É possível que a Fundação X Prize conceda prêmios similares a outras ex-equipes participantes do evento, caso elas alcancem a Lua. Ou esse tipo de prêmio pode ir para outras equipes que estão participando das várias competições, ainda em andamento, do X Prize Foundation. A fundação organiza grandes competições globais destinadas a resolver problemas nos domínios da saúde, mudanças climáticas e muito mais. “Estamos pensando em fazer isso potencialmente por outras grandes realizações que vemos acontecer em muitos campos diferentes nos quais o X Prize está envolvido”, diz Gonzales-Mowrer.

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe um Comentário !