Morre Nancy Roman, pioneira da NASA e ‘mãe’ do telescópio Hubble, aos 93 anos

Nancy Grace Roman, a primeira chefe de astronomia do Departamento de Ciência Espacial da NASA, morreu na última semana aos 93 anos. Ela ficou conhecida como a “mãe” do telescópio espacial Hubble, usado para detectar centenas de planetas fora do Sistema Solar nos últimos anos.

Como chefe de ciência espacial da NASA, Nancy trabalhou para desenvolver e arranjar financiamento para diversos projetos da agência espacial norte-americana. O último projeto em que ela esteve envolvida foi na construção do Hubble.

Quem deu a Nancy o apelido de “mãe do Hubble” foi Ed Weiler, um dos ex-líderes da NASA. “Foi Nancy, nos velhos tempos antes da Internet, antes do Google, do e-mail e todas essas coisas, que realmente ajudou a vender o telescópio espacial Hubble, organizou os astrônomos, que acabaram convencendo o Congresso a financiá-lo”, contou numa entrevista de 2011.

O Hubble, no entanto, só foi lançado 11 anos após a aposentadoria de Nancy. A cientista foi também a primeira mulher com cargo executivo na NASA. Em 1962, ele liderou a equipe por trás da primeira missão espacial de sucesso da NASA, o lançamento do satélite OSO-1.

Nancy morreu no dia 25 de dezembro de 2018, mas a família só divulgou o falecimento nesta segunda-feira, 31.

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe uma resposta