Como um aplicativo para limpar contas bancárias enriqueceu um jovem em São Paulo

Pablo Borges e a mulher dele, a youtuber Marcella Portugal, viviam uma vida de luxo, com passeios em carrões e viagens de iate. Ele acabou preso na véspera do casamento – uma festa para 800 convidados no Hotel Fasano. Ela foi ouvida pela polícia, mas não existe prova de que soubesse das atividades do marido
Um dos carros apreendidos pela polícia. A quadrilha especializada em crime cibernético seguia a linha “dinheiro fácil se gasta facilmente” Foto: Aloisio Mauricio / Folhapress
Um dos carros apreendidos pela polícia. A quadrilha especializada em crime cibernético seguia a linha “dinheiro fácil se gasta facilmente” Foto: Aloisio Mauricio / Folhapress

Há um ano, em outubro de 2017, Pablo Henrique Borges, de 24 anos, dava o principal passo rumo ao que parecia ser uma incrível história de sucesso empresarial. Arrematou uma empresa que havia sido aberta com R$ 100 por dois advogados paulistas, trocou o nome para E-Price Capital Participações e elevou o capital para R$ 5 milhões. Investiu R$ 1 milhão para mobiliar e equipar com computadores Apple um escritório de 600 metros quadrados alugado por R$ 200 mil mensais na Avenida Juscelino Kubitschek, no Itaim Bibi, bairro nobre de São Paulo, e contratou o padrasto como gerente.

Menos de cinco meses depois, o capital da E-Price subiria para R$ 23,7 milhões e a seu patrimônio foi incorporado um barco da italiana Azimut, de 30 metros quadrados, com quatro suítes, adquirido no Natal de 2017 e avaliado em R$ 10,3 milhões.

Nada mal para o jovem morador da periferia de Francisco Morato, município da Grande São Paulo, que até 2012 apenas instalava computadores e só em 2015 tirou a carteira de identidade, tudo para casar com a youtuber e modelo Marcella de Carvalho Portugal, de 22 anos, nascida no interior do estado.

A empresa em endereço nobre dava lastro aos títulos de investidor do mercado financeiro e empresário do ramo digital com os quais costumava se apresentar, entre outras coisas, para adquirir uma Ferrari vermelha por cerca de R$ 2,8 milhões.

Era também o cartão de visitas de Borges em um novo ramo de negócios, o de lavagem de dinheiro por meio de bitcoins, que começa agora a ser investigado pela polícia paulista a partir da apreensão dos computadores da E-price.

Pablo Borges e Marcella Portugal levavam uma vida de luxo, com iates, aviões, corridas em Mônaco e jantares em Paris, os símbolos do dolce far niente Foto: Reprodução
Pablo Borges e Marcella Portugal levavam uma vida de luxo, com iates, aviões, corridas em Mônaco e jantares em Paris, os símbolos do dolce far niente Foto: Reprodução

Pablo Borges é um braço de uma organização criminosa que começou a ser desvendada em maio passado no Tocantins, na primeira fase da chamada Operação Ostentação. A polícia descobriu que a quadrilha oferecia via WhatsApp e Facebook pagamento de qualquer tipo de boleto com “50% de desconto”. Funcionava assim: as pessoas davam metade do valor da dívida para a quadrilha, e o boleto era quitado pelos criminosos a partir da invasão de contas de clientes de bancos. Na lista dos beneficiários, havia centenas de empresas e pessoas físicas interessadas em pagar menos do que deviam, fossem contas de ISS, IPVA, celular ou de TV a cabo. Havia boletos de até R$ 20 mil.

Investigadores estimam que o rombo causado pela quadrilha chegue a R$ 400 milhões. Pelo menos 23 mil contas foram lesadas e centenas de pessoas se beneficiaram do esquema de “desconto” nos boletos.

Por trás da inexplicável facilidade de reduzir à metade o valor de uma dívida está um sistema de roubo de logins e senhas que deu origem a um banco de dados negociado pela quadrilha. O sistema foi criado por um autodidata, Leandro Xavier Magalhães Fernandes, de 26 anos, morador de Goiânia, que estudou só até completar o ensino médio. A Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos do Tocantins chegou a ele quase por acaso.

FONTE O GLOBO !

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe um Comentário !