Site que vende dados privados de brasileiros entra na mira das autoridades

Segundo a comissão do MPDFT, o serviço é manifestamente ilegal, o que embasou a decisão de procurar os principais buscadores, como Google e Bing, para que não seja mais possível encontrar a página nestes serviços, dificultando o acesso sem o link direto. Da mesma forma, o Mercado Livre foi alertado para realizar suspensão da conta, pela qual os responsáveis pela página comercializavam os dados do público livremente.

De acordo com o MPDFT, bastava pagar R$ 30 por meio do Mercado Livre para obter créditos que permitissem navegar livremente pela página, com acesso aos dados de boa parte dos brasileiros. A página também permite pagamentos com bitcoins.

O MPDFT também menciona que a ação contra um site similar, chamado Consulta Pública, teve bons resultados, com o congelamento do domínio da página.

Canal theevolutiontech

Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades ...

Deixe uma resposta