Veja 9 coisas que a Apple pode apresentar na segunda-feira


Começa na próxima segunda-feira, 2 de junho, mais uma edição do WWDC, evento anual da Apple com desenvolvedores. Como é tradição, a empresa deve revelar uma gama enorme de novos produtos, atualizações de aplicativos e serviços em uma conferência com o CEO Tim Cook e outros dos principais executivos.
Como sempre, rumores e informações circulam antes do evento sobre o que deve ser anunciado. Algumas são praticamente certeza, faltando apenas a oficialização; outras são boatos de longa data que podem ser concretizados após muita espera.
Abaixo você pode ver as principais apostas para o evento:
iOS 8
Reprodução
Uma das certezas do evento. O sistema operacional deve ganhar uma atualização importante, mas que não deve trazer mudanças drásticas apresentadas na versão 7. O update deve refinar o software e trazer alguns novos recursos.
Uma destas novas funções pode se chamar “Healthbook”, como indica o 9to5Mac, que deve iniciar o caminho da Apple nos investimentos em saúde e bem-estar. Os rumores indicam que o app coletaria e armazenaria dados de pressão sanguínea, batimentos cardíacos, hábitos de sono, entre outros. O mistério fica para o modo de coleta destes dados: um novo iPhone com sensores especiais? Ou talvez um relógio inteligente (cof, cof… iWatch)? O fato é que a Apple tem contratado especialistas em saúde e tecnologia médica aos montes e algo do tipo é certeza de dar as caras no futuro.
Outras funções: uma ferramenta nativa para identificação de músicas em parceria com Shazam por meio do Siri, um sistema de pagamentos móveis, e melhorias no Apple Maps. O serviço de mapas pode ganhar orientações para transporte público, graças a algumas empresas compradas recentemente pela companhia.
Especificamente para o iPad, o iOS pode ganhar um recurso de tela dividida para multitarefa. Microsoft e Samsung têm se vangloriado desta opção inexistente no tablet da Apple, e isso pode mudar em breve.
Casas inteligentes
Não, a Apple não vai entrar no ramo de arquitetura, mas pode apresentar uma nova plataforma nova para automação doméstica. O serviço pode dar as caras como um novo software para iPhone. É possível que ele funcione como um programa de certificação de acessórios, como lâmpadas inteligentes, trancas para portas, sistemas de segurança. Por exemplo: ao se aproximar da porta, ela reconhece seu iPhone e se abre automaticamente; ao entrar em casa, as lâmpadas se acendem e uma música começa a tocar no sistema de som. Pode ser um primeiro passo para a empresa no espaço das casas inteligentes.
Novos apps
O 9to5Mac diz que alguns aplicativos devem fazer o caminho do Mac OS para iOS, como o Preview, para visualização de imagens e o TextEdit, app básico para edição de texto. É provável que o iTunes Radio ganhe seu próprio app, separado do iTunes tradicional. No entanto, existe a possibilidade de a Apple começar a sugerir o Beats Music, serviço de streaming da empresa recém-comprada por US$ 3 bilhões.
Mac OS X
Outra certeza no evento é uma atualização do Mac OS, provavelmente chegando à versão 10.10, mas não existem muitos detalhes sobre o assunto. O 9to5Mac cita apenas uma mudança de visual que se aproxima mais do iOS 7 e o design minimalista e achatado. A Apple tenta trabalhar para tornar a experiência mais similar nas duas plataformas. Existe também a possibilidade de o Siri migrar para o sistema de desktops e laptops da Apple.
Novo hardware?
Reprodução
Recentemente, um rumor apontou que o WWDC pode ter a apresentação de um novo hardware da Apple, mas não detalha qual. A empresa nunca escondeu que o foco do evento é software, mas normalmente alguns novos produtos físicos dão as caras e não seria surpresa se isso acontecesse novamente. As possibilidades são inúmeras e incluem:
- O “iWatch”: é quase certeza que a Apple trabalha em sua pulseira/relógio inteligente, que não serviria apenas para ver horas e receber notificações. O dispositivo seria voltado para saúde, capaz de registrar inúmeros sinais vitais e transmiti-lo para um app específico (provavelmente o Healthbook citado anteriormente) e permitiria ao usuário conhecer melhor seu corpo, acompanhar sua saúde e melhorar suas atividades físicas. Tudo indica que ele começa a ser vendido até o fim do ano, mesmo que não seja revelado no evento.
- Um Novo Mac Mini: sem atualização desde 2012, a linha pode ganhar um novo processador Intel de nova geração (Haswell) e a placa gráfica integrada Iris. O computador poderia ganhar suporte ao padrão 802.11ac para Wi-Fi.
- Um iPhone 5s de 8 GB: com menos armazenamento, o produto ficaria mais barato e poderia ser mais “popular” em países emergentes, conforme o analista Ming-Chi Kuo da  KGI Securities
- Uma Nova Apple TV: A empresa tem prometido novidades nessa área e algumas delas incluiriam acesso completo à App Store e a possibilidade de rodar jogos na televisão, o que seria interessante para competição com a Amazon Fire TV. A caixa ganharia suporte a controles. A Apple também estaria conversando com canais de TV americanos para transmissão de vídeo ao vivo pelo dispositivo.
- Um MacBook de 12 polegadas com tela Retina: O MacBook Air deve receber ainda neste ano uma versão com tela melhorada, mas não é certeza se o WWDC será o momento em que haverá o anúncio.
Quem não deve dar as caras
Reprodução
- Novo iPhone: O iPhone é a maior fonte de dinheiro para a Apple, que não costuma diluir seus anúncios entre outros. A empresa deve reservar a apresentação para setembro, em evento só para o celular, como já é tradicional, embora alguns rumores indiquem o contrário. Caso a companhia mude radicalmente seus hábitos, poderemos ver dois novos modelos maiores do smartphone, com tela de 4,7 e 5,5 polegadas.
- Novo iPad: Também costuma ter um evento reservado só para ele, que costuma acontecer só em novembro. Diferente do iPhone, o tablet não deve passar por grandes mudanças neste ano, mas pode ganhar o Touch ID, o sensor biométrico usado na versão 5s do smartphone da empresa.
Share on Google Plus

About Canal TheEvolutionTecH

Quem Sou? Apenas mais um fã da grande rede , um maluco pela internet que passa grande parte do tempo conectado sempre a procura de novidades online , e sempre achando já que a rede é movida por novidades. ""
    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário